Agentes com suspeita de Covid-19 foram afastados preventivamente, diz Polícia Civil


por Glauber Guerra

Divulgação/Polícia Civil


Os agentes da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), do Engenho Velho de Brotas, em Salvador, que estão com suspeita de coronavírus foram afastados preventivamente, de acordo com nota publicada pela assessoria da Polícia Civil nesta terça-feira (19). Mais cedo, o Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia (Sindpoc) protestou em frente a unidade (relembre aqui) e sugeriu a interdição da Deam pela Vigilância Sanitária. 

“A Polícia Civil esclarece que a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Brotas está funcionando normalmente. Policiais com suspeita da Covid-19, sem sintomas, foram afastados preventivamente e os protocolos de prevenção à doença estão sendo aplicados pelo Departamento Médico da Polícia Civil (Demep)”, diz trecho da nota.

O Sindpoc ainda exigiu a desinfecção da Deam de Brotas. Porém, a assessoria da Polícia Civil garantiu que essa medida tem sido feita diariamente. 

“Assim como outras unidades, a Deam de Brotas recebeu pulverizador costal, além de passar diariamente por higienização com água sanitária, detergente e sabão líquido. Por fim, informa ainda que os servidores receberam equipamentos de proteção individual (luvas, máscaras e álcool a 70%)”, conclui a nota. 
Postagem Anterior Próxima Postagem