Coronavírus atinge artistas e músicos de PA pedem socorro.


Foto: Jorjão Lima, Rahmon Lima e Jailson Baiano.

A classe musical e artística da cidade vem sofrendo a muitos anos por motivos diversos, agora com a pandemia do Covid 19, fatos reais vieram a tona de uma forma mais gritante.

Os barzinhos, os bailes, os festejos e outras situações que levam o sustento as suas casas estão temporariamente suspensos e isso tem afetado drasticamente a vida de muitos deles que já temem pelo pior. O tamanho total do prejuízo ainda vai levar um tempo para ser calculado, mas há números que dão uma ideia da penúria que se anuncia, isso num setor que já vinha tendo o acesso a fontes de financiamento restrito.

O segmento é responsável por 4% do PIB nacional e em Paulo Afonso são centenas de músicos afetados.

A live em comemoração ao aniversário de Coka Siqueira, no papo reto, reverberou essa situação em alguns depoimentos dos músicos presentes que mostraram algumas propostas simples que em muito podem amenizar alguns problemas, o cantor e compositor, Jorjão Lima, clamou as autoridades que olhassem para classe artística de um modo geral e alguém  se pronunciasse. De acordo Jorjão, os artistas receberiam um VALE CULTURAL, com um valor determinado pela prefeitura municipal de Paulo Afonso, e mais adiante fariam a permuta do valor com shows solidários ou ao que fossem convocados. A ideia repercutiu bastante sendo inclusive motivo de debates nos meios de comunicação da cidade e região nesta terça-feira.

Espera-se que o secretário de eventos, Jânio Soares, se pronuncie e mobilize o prefeito Luiz de Deus, para uma reunião com alguns representantes da classe para que seja encontrada uma solução.

por: Beto da Liga.
Postagem Anterior Próxima Postagem