Pediatras consideram perigoso e fazem alerta sobre uso de máscaras em menores de 2 anos



Barreira física com eficácia já conhecida na prevenção de infecção pelo novo coronavírus, as máscaras requerem cuidado quando se tratam de crianças com idade menor que dois anos. O alerta foi feito por especialistas, que indicam que crianças nessa faixa etária o uso da máscara facial pode dificultar a respiração e até aumentar o risco de asfixia.

Um alerta foi feito aos pais por entidades como a Associação Pediátrica do Japão, o Centro para Controle de Doenças (CDC) dos Estados Unidos e a Academia Americana de Pediatria.

No Brasil, a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e a Sociedade de Pediatria de São Paulo (SPSP) se manifestaram concordando com os médicos japoneses, de acordo com reportagem do Estadão.

"O sufocamento é o principal risco. Não somente em crianças menores de 2 anos, mas crianças com doenças pulmonares, como asmáticos em crise, ou com distúrbios neurológicos não devem usar máscaras. No último caso, independentemente da idade o uso não é recomendado. A máscara deve ser evitada por aqueles que não conseguem manejar, ou seja, tirar a própria máscara do rosto", afirma o infectologista Renato Kfouri, presidente do Departamento Científico de Imunizações
Postagem Anterior Próxima Postagem