Benfica aceita pagar R$ 48 milhões para contratar Bruno Henrique e diretoria do Flamengo define possibilidade de negócio

O atacante se tornou um dos principais jogadores do Rubro-Negro e virou xodó da torcida flamenguista; contrato do craque vai até dezembro de 2023 



A semana deve ser muito agitada no Ninho do Urubu. Todos esperam que Jorge Jesus defina seu futuro logo após a final do Campeonato Carioca, na próxima quarta-feira (13). A torcida flamenguista está aflita nas redes sociais esperando um comunicado oficialmente do comandante, que acabou de renovar contrato até o meio do ano que vem e não costuma romper os vínculos firmados. 

O Benfica tenta seduzir o treinador de todo jeito. Ainda não há uma oferta oficial, mas a diretoria do clube português já acenou oferecer um salário maior do que o Mister recebe atualmente e um acordo de quatro temporadas. Voltar para Portugal sempre foi um dos objetivos do técnico, mas ele deixava claro que isso só aconteceria a longo prazo, já que está muito feliz no Mais Querido. 

Nos últimos dias, um intermediário dos “Encarnados” procurou representantes de Bruno Henrique para saber a situação do atacante. O atleta é uma das principais estrelas do Mengão e homem de confiança de Jesus. A imprensa portuguesa informa que ele seria um dos pedidos do treinador caso a negociação acontecesse. O jogador tem contrato com o Rubro-Negro até dezembro de 2023. 

O Benfica acenou com uma possibilidade de pagar cerca de 8 milhões de euros (R$ 48 milhões na cotação atual). No entanto, o montante não empolga o Flamengo, que se recusa a abrir conversa com esses valores iniciais. A multa rescisória do craque gira em torno de 30 milhões de euros (R$ 182,6 milhões na cotação atual), cifras que fogem da realidade financeira do clube de Portugal.

“BH” também está feliz e muito satisfeito no Mengão. O artilheiro chegou ao Ninho do Urubu no ano passado e, de forma surpreendente, se tornou um atacante essencial para o Flamengo. Versátil, o astro pode atuar do lado esquerdou ou até mesmo de centroavante, como já jogou quando Gabigol não estava disponível.  

Postagem Anterior Próxima Postagem