Lockdown adotado no Ceará, Pernambuco e Maranhão frearam curva da Covid-19

por Jade Coelho




No Nordeste, a Bahia, Rio Grande do Norte, Sergipe e Piauí exibem curvas de crescimento exponencial de casos da Covid-19 mantidas há vários dias, enquanto Ceará, Pernambuco e Maranhão exibiram uma desaceleração significativa do crescimento de infectados. A diferença de cenário foi atribuída a adoção de lockdown nos três últimos estados. A constatação é de especialistas do Comitê Científico do Consórcio Nordeste. 

Os pesquisadores fizeram ponderações sobre as curvas de crescimento de casos e óbitos para os estados nordestinos e suas capitais, e os resultados foram apresentados no boletim divulgado nesta sexta-feira (3).

Lockdown é a versão mais rígida do distanciamento social e quando a recomendação se torna obrigatória, imposta pelo poder público. Significa fechamento total de todas as atividades não essenciais. A medida é a mais rigorosa a ser tomada e serve para desacelerar a propagação do vírus.

O documento do Comitê do Consórcio Nordeste explica que, a nível regional, o número de casos do novo coronavírus  continuam a dobrar em todos os estados da região num período entre 10 e 14 dias. Cenário também constadado no boletim anterior. 

Apesar do destaque positivo para a situação nos estados que adotaram o lockdown, o Comitê alerta que mesmo neles as curvas ainda não mostram claramente a ocorrência de um pico ou platô.

"Em termos das curvas de óbitos nos estados, o período de duplicação de falecimentos se
encontra próximo de 13-15 dias. Nestas curvas, nota-se uma desaceleração considerável nos estados do Maranhão (maior queda), Ceará e Pernambuco", ressalta trecho do boletim.


Nesse ponto, os especialistas identificaram "quedas leves" na Bahia, em Alagoas, e também na Paraíba. Enquanto no Rio Grade do Norte e Sergipe a taxa de óbitos continua a crescer de forma quase fixa por semanas, com pequenas variações.

O Comitê recomenda a instituição imediata de lockdown em Salvador, Feira de Santana, Itabuna e Teixeira de Freitas. A sugestão foi anunciada na manhã de sexta em coletiva de imprensa realizada pelos coordenadores do grupo, Sérgio Rezende e Miguel Nicolelis.




Postagem Anterior Próxima Postagem